Vitor Kley

Vitor Kley

  Domingo, 06 de Fevereiro de 2022 - Abertura: 18:00 - Início: 20:00

Audio Eventos
Av. Francisco Matarazzo, 694 - Água Branca - São Paulo - SP

Classificação: 18 anos

Organizador: Audio Promoções e Eventos Ltda (CNPJ: 19.553.418/0001-54)

Vitor Kley

Depois de conquistar o Brasil e o exterior com a música "O Sol", Vitor Kley varreu o país inteiro com seus shows e uma energia ímpar. Logo após o lançamento do hit, em 2017, o single viralizou de forma orgânica. Sucesso consolidado, o clipe da música ultrapassa a marca dos 255 milhões de visualizações no YouTube e esse número cresce a cada dia.

Vitor compôs sua primeira canção ainda criança, quando tinha apenas 10 anos. Na bagagem, dois álbuns lançados de forma independente: Eclipse Solar (2009), com a produção de Déio Tambasco, e Luz a Brilhar (2012), produzido por Armandinho, um dos grandes expoentes do reggae brasileiro e seu padrinho musical.

O talento e carisma impressionam não só os fãs, mas também os profissionais mais conceituados do mercado. Tanto que em 2015, Vitor foi contratado pela gravadora Midas Music, do consagrado produtor Rick Bonadio, produtor de artistas como Charlie Brown Jr., Mamonas Assassinas, Titãs, Rouge, Ira! e NX Zero.

O primeiro EP homônimo, com produção de Bonadio, virou um marco na carreira do artista porto-alegrense. Com sete faixas autorais, o EP inclui as músicas já trabalhadas "Dois Amores", "Armas a Nosso Favor" e "Farol", que também contabilizam milhões de acessos nas plataformas de streaming.

O single "Morena", fruto de uma parceria com o produtor Bruno Martini, chegou em junho de 2018. A canção, baseada em uma história real, foi composta por Vitor no violão e, assim como todos os trabalhos do músico, rapidamente caiu no gosto do público. O clipe já ultrapassa 100 milhões de views no YouTube.

Cinco meses depois, em outubro, Vitor lança o terceiro disco, intitulado Adrenalizou, álbum vencedor do Disco de Platina, pela gravadora Midas Music. O álbum tem 14 canções, sendo cinco inéditas. Entre as já conhecidas estão "O Sol", single com o qual o artista ganhou Disco de Ouro e Disco de Diamante Duplo, que foi trilha sonora da novela Espelho da Vida, da TV Globo, "Farol", uma homenagem ao pai, e o hit "Morena", que também se destacou ao vencer o Disco de Diamante. Entre as inéditas, destaque para a faixa "Adrenalizou", que batiza o disco e também ganhou um clipe em dezembro de 2018, e para "Bem Te Vi", uma parceria com a cantora Kell Smith. A direção artística é assinada por Rick Bonadio.

Em 2019, Vitor Kley parte para sua primeira tour internacional. O artista teve 9 shows agendados para esse ano, que foram divididos em duas partes. A primeira parte, Verão, ocorreu em julho/agosto com 04 shows e mais de 50 mil espectadores, em um dos maiores festivais de Portugal, o Meo Sudoeste. A temporada em Portugal rendeu ainda conquistas significantes para Vitor Kley. O cantor conquistou o single de platina em Portugal, com o "O Sol", além de ter sido considerado o #1 Portugal nas rádios. Durante a segunda parte da tour, realizada em novembro, Vítor passou pelas cidades de Guimarães, Porto, Faro, Cantanhede e Lisboa.

Dentre os destaques do ano ainda tem "Pupila", lançada em julho de 2019. A união do artista com o duo Anavitória carimba mais um grande hit e tem mais de 95 milhões de visualizações no Youtube.

No dia 5 de setembro, Vitor lança "A Tal Canção para a Lua", que faz parte do projeto Microfonado, gravado de forma acústica no estúdio Midas. A música tem como convidado ninguém menos do que Samuel Rosa, vocalista do Skank. O mesmo projeto rende outra parceria de peso, desta vez com Pedro Calais, do Lagum, na música "Detesto Despedidas".

No início de 2020 sai o EP "Ao Vivo em Portugal", um registro de apresentações ao vivo com o calor real do público, composto por seis músicas que fazem parte do registro das duas turnês realizadas pelo país irmão em 2019.

Um mês e meio após o lançamento, Vitor Kley libera "O Amor é o Segredo", o primeiro single do novo álbum intitulado A Bolha, em um timing que mistura isolamento social e pânico generalizados em decorrência do coronavírus, trazendo um pouco de luz e alento com a canção.

A Bolha, disponível na íntegra em junho de 2020, marcou uma nova fase. O álbum, lançado pelo Midas Music, apresenta 12 faixas e foi produzido e dirigido por Rick Bonadio, junto com Renato Patriarca. "Entramos num'A Bolha (taí o nome do disco), um alinhamento total de planetas entre ele e eu que trouxe uma verdade gigantesca para todo o disco", explica o cantor.

Vitor traz duas grandes participações no disco: divide os vocais com Vitão em "Jacarandá", single que ganhou clipe gravado durante a pandemia, enquanto "Dúvida" o dueto é com Jão.

Ainda em 2020, o cantor lançou o clipe de "Ainda Bem Que Chegou", gravado pela namorada Carol Loureiro, em Portugal.

O ano de 2021 começou com uma parceria de sucesso. Vitor Kley convidou Lulu Santos para gravarem juntos uma nova versão de "A Cura" e a música foi um sucesso na voz da dupla. Em março, o cantor disponibilizou o DOC "Bem-vindos à Bolha", no qual mostra todos os detalhes da produção e gravação de "A Bolha", no estúdio pessoal de Rick Bonadio. Em maio, lançou o clipe de "Anjo Ou Mulher", onde o próprio cantor interpreta um cupido chic, cuja missão é unir casais apaixonados. A produção, dirigida por Mateus Rigola, conta com a participação especial, à distância, de Carolina Loureiro.

Para retribuir todo o carinho aos fãs mirins, lançou "Turma do Menino Sol" em agosto. Voltado para crianças de todas as idades, o projeto audiovisual, sucesso entre o público infantil, é composto por 3 volumes que serão lançados até o fim do ano com clipes animados e livro ilustrado (Editora Melhoramentos) com tradução e adaptação para o espanhol, o inglês e o português de Portugal.

Em novembro de 2021, Vitor lançou "O Amor Machuca Demais" em homenagem ao rock dos anos 2000 com participações de Di Ferrero, Lucas Silveira, Daniel Weksler, MariMoon e outros emblemáticos artistas da cena. Dirigido por Henrique Corrêa, o clipe, que conta com referências de bandas nacionais e personagens ligados ao rock'n'roll, celebra e marca um novo momento da carreira.

Atualmente, o artista acumula mais de 3 milhões de ouvintes mensais no Spotify e 266 mil inscritos no YouTube. Sempre com o característico sorriso no rosto e alto astral contagiante, Vitor Kley conquistou seu espaço e se desponta como um dos principais talentos musicais do país.

- CDs lançados | 5

- DVDs lançados | 1 - Microfonado

- Músicas em trilha sonoras | "O Sol" (Espelho da Vida), "A Tal Canção pra Lua" (Salve-se Quem puder), "Bem Te Vi" (Malhação) e "O Amor é o Segredo" (Nazaré - Portugal)
-Músicas mais executadas nas rádios: O Sol, Morena, Adrenalizou, Pupila, A Tal Canção pra Lua.

- Discos de Ouro, Diamante, Diamante Duplo e Platina, no Brasil, além de Disco de Ouro, em Portugal.

- Algumas parcerias | A Cura (Lulu Santos), A Tal Canção pra Lua (Samuel Rosa), Pupila (AnaVitória), Valeu a Pena (Fernando e Sorocaba), Personagem (Jorge Vercillo), Vem Depressa (Luiza Possi), Hoje o Céu Abriu (Di Ferrero), Morena (Bruno Martini), Nada é Pra Sempre (Diogo Piçarras), Fique na Minha (Roberta Campos), Nós do Bonfim (Maneva), A Dois (Suricato), Detesto Despedidas (Lagum), Jacarandá (Vitão), Deixa Acontecer (Dazaranha), Alto Mar (Marina Nolasco), Somos Instantes (Gabriel Elias) e Bem Te Vi (Kell Smith).

- Indicações ao Grammy Latino | Melhor Canção em Língua Portuguesa, com a "A Tal Canção pra Lua" (2020) e Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa, com "A Bolha" (2021).

 

Entre em contato: Robson@audiosp.com.br - (11) 96531-2614 Robson Adriano

 

Setor PISTA:

Acesso a pista (cor azul no mapa) Atendimento de bar, banheiro masculino e feminino com acesso direto à área de fumantes.

Setor CAMAROTE:

Boxes privados, isolados  (cor vermelho no mapa) no piso superior com mesa de centro e sofá de apoio, com vista privilegiada. Atendimento exclusivo de bar, e acesso direto à área de fumantes. (não comporta todos sentados).

Setor MEZANINO:

Mezanino no piso superior (cor verde no mapa), com vista privilegiada. Atendimento de bar, e acesso direto à área de fumantes. (Não contem mesas).

 

 

MEIA-ENTRADA.

De acordo com a Lei Federal 12.933 e o Decreto 8.537 tem direito a meia entrada estudantes portadores da carteira de identificação estudantil (CIE) expedidas nos termos da lei, pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante quando necessário, sendo que terá direito a este beneficio no evento desde que comprove estar nesta condição, jovens de 15 a 29 anos cadastrados no CadÚnico e cuja renda familiar mensal seja de até 2 salários mínimos, a cota reservada de ingressos será de 40% do total de ingressos disponíveis para a venda em cada setor, além de professores da rede estadual e municipal portadores da carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação, Idosos com idade igual ou superior a 60 anos.

 

Links das leis.

Lei: 8537 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8537.htm

Lei: 12933 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12933.htm

 

ATENÇÃO:

No dia do evento haverá conferência de documento comprobatório de direito a meia-entrada, sem o documento o portador do ingresso de meia-entrada terá de pagar a diferença do valor de inteira do lote vigente.

 

Classificação: menor de 18 anos apenas com pais ou responsável legal.

Nenhum ponto de venda disponível

Publicidade