Ação Solidária Fundação Dorina Nowill para Cegos

Ação Solidária Fundação Dorina Nowill para Cegos

  Quarta, 01 de Dezembro de 2021 - Abertura: 15:00

Fundação Dorina Nowill para Cegos
Rua Doutor Diogo de Faria, 558 - Vila Clementino - São Paulo - SP

Classificação: Livre

/ Site: https://www.fundacaodorina.org.br/

Organizador: Fundação Dorina Nowill para Cegos (CNPJ: 60.507.100/0001-30)

Ação Solidária Ticket360

 

FUNDAÇÃO DORINA NOWILL PARA CEGOS

A Fundação Dorina Nowill para Cegos é uma organização sem fins lucrativos
e de caráter filantrópico.

Há mais de 70 anos, temos nos dedicado à inclusão social de pessoas com deficiência visual. Uma das formas como fazemos isso é por meio da produção e distribuição gratuita de livros em braille, falados e digitais acessíveis, diretamente para o público e também para cerca de 3000 escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil.

Também oferecemos, gratuitamente, serviços especializados para pessoas com deficiência visual e suas famílias, nas áreas de educação especial, reabilitação, clínica de visão subnormal e empregabilidade.

 

Covid-19

A Fundação Dorina, atua há mais de 70 anos para proporcionar a inclusão de pessoas cegas e com baixa visão, por meio de serviços gratuitos e especializados de reabilitação, educação especial, clínica de visão subnormal e programa de empregabilidade.

O COVID-19, trouxe inúmeras dificuldades para todos nós e principalmente para as pessoas com deficiência visual, onde a maior parte está na zona de risco devido à idade e uma rotina cotidiana pode trazer ainda mais riscos nesse momento de isolamento e de distanciamento social, sabendo que essas pessoas utilizam o tato como a principal referência para o dia-a-dia.

Nesse momento tão difícil, você pode nos ajudar, Doe agora!


Depoimentos

"Conto minha história para mostrar a importância de ter tido acesso à informação para poder saber meus direitos e lutar por eles. E isso só foi possível porque podia contar com livros em braille durante minha formação", Regina Célia, professora


"Até os meus 24 anos, eu não tinha tido contato com o mercado de trabalho, com a escola, com a vida social. A Fundação Dorina abriu as portas pra mim. Eu quero, futuramente, fazer Pedagogia e ensinar o braille a crianças cegas", Cleide Severiano, revisora braille


"A Julia evoluiu muito desde que começou a ser atendida pela Fundação Dorina. Só aqui nós tivemos um diagnóstico preciso sobre a deficiência visual da minha filha. Agora ela está pronta para seguir com os estudos", Alessandra, mãe de Julia

 

 

 

 

 

Cartões de Crédito


12x

12x

12x

12x

12x

12x

12x

12x

* Parcela mínima de R$ 5,00

Ação Solidária Ticket360

 

FUNDAÇÃO DORINA NOWILL PARA CEGOS

A Fundação Dorina Nowill para Cegos é uma organização sem fins lucrativos
e de caráter filantrópico.

Há mais de 70 anos, temos nos dedicado à inclusão social de pessoas com deficiência visual. Uma das formas como fazemos isso é por meio da produção e distribuição gratuita de livros em braille, falados e digitais acessíveis, diretamente para o público e também para cerca de 3000 escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil.

Também oferecemos, gratuitamente, serviços especializados para pessoas com deficiência visual e suas famílias, nas áreas de educação especial, reabilitação, clínica de visão subnormal e empregabilidade.

 

Covid-19

A Fundação Dorina, atua há mais de 70 anos para proporcionar a inclusão de pessoas cegas e com baixa visão, por meio de serviços gratuitos e especializados de reabilitação, educação especial, clínica de visão subnormal e programa de empregabilidade.

O COVID-19, trouxe inúmeras dificuldades para todos nós e principalmente para as pessoas com deficiência visual, onde a maior parte está na zona de risco devido à idade e uma rotina cotidiana pode trazer ainda mais riscos nesse momento de isolamento e de distanciamento social, sabendo que essas pessoas utilizam o tato como a principal referência para o dia-a-dia.

Nesse momento tão difícil, você pode nos ajudar, Doe agora!

 

Depoimentos

"Conto minha história para mostrar a importância de ter tido acesso à informação para poder saber meus direitos e lutar por eles. E isso só foi possível porque podia contar com livros em braille durante minha formação", Regina Célia, professora


"Até os meus 24 anos, eu não tinha tido contato com o mercado de trabalho, com a escola, com a vida social. A Fundação Dorina abriu as portas pra mim. Eu quero, futuramente, fazer Pedagogia e ensinar o braille a crianças cegas", Cleide Severiano, revisora braille


"A Julia evoluiu muito desde que começou a ser atendida pela Fundação Dorina. Só aqui nós tivemos um diagnóstico preciso sobre a deficiência visual da minha filha. Agora ela está pronta para seguir com os estudos", Alessandra, mãe de Julia

 

 

 

 

Nenhum ponto de venda disponível