Raça Negra e Leonardo Show Extra

Raça Negra e Leonardo Show Extra

  Sábado, 27 de Novembro de 2021 - Abertura: 20:30 - Início: 22:30

Espaço das Américas
Rua Tagipuru, 795 - Barra Funda - São Paulo - SP

Classificação: 16 Anos

Organizador: Eda Shows e Eventos Ltda (CNPJ: 13.180.837/0001-01)

Raça Negra

Luiz Carlos da Silva, líder e cantor da Banda Raça Negra, nasceu em São Paulo, em 01 de fevereiro de 1957. Com sonho de ser cantor, aos 15 anos de idade já arriscava suas primeiras dedilhadas no violão de seu cunhado. Trabalhou na Folha de SP, Kalunga e outros estabelecimentos comerciais até conseguir aos 17 anos, em 1974, comprar o seu primeiro violão Rei.

Foi trabalhar como vendedor para se manter, enquanto buscava seu espaço como cantor, nas noites paulistanas, conciliava os dois trabalhos. Tinha como inspiração Tim Maia, Roberto Carlos, entre outros grandes nomes da MPB. Com muita vontade, garra e perseverança formaram o grupo a cor do samba, mas o nome acabou gerando piada dos maldosos de plantão, então por sugestão dos fãs que desde 1983 no bairro Vila Nhocume Z/L- SP, já acompanhavam o grupo em suas apresentações no Bar do Coalhada, deram a sugestão de banda Raça Negra, e assim ficou e emplacou nas paradas de sucessos. Aos poucos foram juntando os integrantes. A Banda Raça Negra tocava músicas de outros cantores em ritmo de samba. Os integrantes gravaram uma fita e foram em busca de gravadoras. Depois de algum tempo foram apresentados a RGE que se interessou pelo trabalho, gravando vários discos. O primeiro lançado em 1991, fez sucesso a música Caroline de Luiz Carlos, a banda passou a apresentar-se em programas de televisão do RJ e SP. A partir daí as propostas de shows aumentaram e o grupo passou a se apresentar em várias capitais do país.

O segundo LP foi em 1992, fez sucesso com as músicas É o amor da dupla Zezé de Camargo e Luciano, Pensando em você e Cigana. No terceiro LP, do mesmo ano vieram Será de Renato Russo e Cheia de Manias. O LP em 1993 foi marcado pelas músicas Estou mal, Doce paixão e Tempo Perdido. Em 1994, foi lançado o quinto LP que chegou às lojas com 500 mil cópias vendidas. A música de trabalho foi uma regravação do Rock Brasileiro, Pro dia nascer feliz de Cazuza, que levou o banda mais uma vez ao Top dos sucessos e a participar de uma campanha nacional que alertava a população quanto os perigos da AIDS.

Outras canções daquele ano foram Te quero comigo e Me leva junto com você . O sexto LP foi lançado em 1995, com os sucessos Maravilha, A vida Inteira e É tarde demais. Devido a explosão da Banda Raça Negra por todo país, em 1996 foi gravada a coletânea Ao Vivo com as principais músicas do grupo até o momento. Neste momento a Banda Raça Negra estava formada pelos integrantes: Edson Bernardo de Lima o Café que tocava tumbadora/ Fábio Cesário Cocollette voz e violão/ Antônio Fernandes Leite o Fena que tocava surdo/ Fernando Alves de Lima "o Monstrinho" que tocava Tan tan/ João Roberto da silva "o Fininho" na bateria e Luiz Carlos da Silva, voz e violão/ Paulo Isidoro "o Paulinho" no baixo e João Carlos da Silva o Gabú no pandeiro. Em 1997, Gabú deixou a banda.

A Banda Raça Negra fez uma grande turnê pelos EUA e Japão. O oitavo LP foi lançado também na Europa ,Ásia e África, com as músicas Preciso desse amor (Luiz Carlos e Antônio Carlos Carvalho) e É amor demais (EliasMuniz e Luiz Carvalho)

Em 1998 veio o nono LP e, em meados de 1999 o cd Raça Negra Ao Vivo pela gravadora Universal, voltando as paradas de sucesso.
Neste disco, a banda regravou alguns de seus sucessos Deus me livre ( Darci Roni, Serginho Sol e Alexandre), Estou mal ( Luiz Carlos e Antônio Carlos de Carvalho) e Preciso dar um tempo ( Luiz Carlos e Elias Muniz).

Em 2002 a Banda Raça Negra em Dueto com Neguinho da Beija Flor, interpretou Talismã no disco, Os melhores do ano III, da gravadora Índie Records. Neste mesmo ano foi lançado o livro Velhas Histórias, memórias futuras, ( Editora Verz de Eduardo Granja Coutinho. Neste livro o autor faz várias referências a banda e, neste mesmo ano, lançou o cd Raça Negra Samba Jovem Guarda, que teve a presença de Erasmo Carlos na faixa O Bom e foram inclusos vários sucessos da fase áurea da jovem guarda, todos em ritmos de samba.

Em 2003, como convidado, Neguinho da Beija Flor, participa do disco Duetos no qual a Banda interpretou Talismã. Neste mesmo ano, comemora-se 20 anos de carreira da Banda Raça Negra e foi lançado o cd A vida por um beijo, disco que contou com oito composições inéditas de Luiz Carlos, entre elas, uma versão de I Don?t want to talk about it sucesso de Rod Stwart e liberada pelo próprio cantor, que na versão de Luiz Carlos ganhou o nome de Vem me amar.

Em 2004, foi lançado o DVD em Fortaleza patrocinado pela Universal, onde até então os artistas eram os principais responsáveis financeiramente pelo lançamento de seus DVDs. A partir daí, Luiz Carlos líder e cantor da Banda Raça Negra, por opção continua fazendo seus Shows como de costume e inúmeras turnês pelo Brasil e exterior, enquanto elabora um novo trabalho. Diz: "Não tenho que aparecer com as mesmas coisas, mesmas músicas, tenho respeito com meus fãs. Quero mostrar algo novo, músicas inéditas. Meus fãs merecem o meu empenho e respeito".

Em 2009, surge então o novo trabalho da Banda Raça Negra, o cd Boa Sorte com músicas inéditas, assim como prometido pelo respeitoso Luiz Carlos, este lançado pela MD Music, está sendo muito bem aceito pelos fãs e pela mídia em geral.

A Banda Raça Negra hoje tem como integrante Luiz Carlos da Silva como líder, cantor e tocando violão.
João Roberto da Silva, o Fininho, ainda tocando bateria.
Fernando Alves de Lima, o Monstrinho, tocando tan tan.
Fábio Cesário Cocolette, o Fabinho fazendo voz e violão
Antônio Fernandes Leite, o Fena, tocando surdo
Juliana Bandeira, filha do Luiz Carlos também faz parte da Banda Raça Negra, destacando-se como Back Vocal.
Em seus shows Luiz Carlos abre espaço para uma linda participação de seu filho Rafael Bandeira.

"A quebra de Tabu"

Quando a Banda Raça Negra começou, o samba era marginalizado, as pessoas pensavam que o samba só falava de gente que vivia em favelas, falando de polícia que subia e invadia os morros. O samba não era aceito, era mal visto. Alguns artistas famosos da época marcavam de ir em programas de TV, mas faltavam com isso perderam o respeito e as pessoas começaram a pensar que samba era coisa de bar e bagunça.

O Raça Negra mudou a imagem ruim do samba e popularizou o samba em todo Brasil, foi verdadeiramente um divisor de águas. Foram eles que abriram o mercado que era fechado para o samba, transformando os anos 90 na época ouro do samba. Eles foram os principais sambistas a serem a principal atração em casas de Shows famosas como Canecão e Olympia, que até então nunca teve o samba como atração em suas agendas.

As rádios FM nunca tinham tocado samba e a rádio Transamérica foi a primeira a tocar com a música Caroline. Raça Negra foi o maior fenômeno musical da década de 90. Revolucionou o samba incluindo em suas músicas instrumentos incomuns para o samba daquela época, os naipes de metais.

Entrou para o Guines Book tendo 600 execuções da música É tarde demais em um único dia. O Raça Negra abriu as portas para o sucesso de muitos grupos que vieram depois deles e beneficiou muito a carreira desses grupos e cantores já existentes.

 

Protocolo de Segurança - Espaço das Américas

 

1) Venda de Ingressos

-          A venda de ingressos será feita online através do site www.ticket360.com.br ou na bilheteria oficial do Espaço das Américas (Funcionamento: de segunda a sexta, das 11h às 17h - exceto feriados) SEM taxa de conveniência.

-          No dia do espetáculo haverá uma equipe da Ticket360 realizando atendimento ao cliente.

 

2) Entrada

-          Passaporte da Vacina: em atendimento ao Decreto nº 60.488, de 27 de agosto de 2021, para acesso ao local do evento é obrigatório a apresentação do comprovante de vacinação contra COVID-19, com no mínimo a primeira dose. O comprovante pode ser físico ou digital (disponível nos aplicativos Conecte SUS, Poupatempo Digital e E-saudeSP).

-          O Espaço das Américas abrirá com antecedência ao início do espetáculo, garantido assim tempo suficiente para acomodação dos clientes.

-          Recomendamos que o cliente chegue com antecedência.

-          O posicionamento do público será  feito  pela demarcação no piso de forma a garantir o distanciamento social exigido.

-          O público terá à disposição uma equipe treinada e capacitada a orientar e promover as medidas de precaução à pandemia.

-          A conferência de ingressos será feita através de leitores óticos sem contato manual por parte do atendente.

-          Lembramos ainda que o uso de máscara pelo público será obrigatório.

-          Verifiquem a temperatura de todos antes de sair de casa. No dia haverá a checagem individual de temperatura e não será permitida a entrada de pessoas com temperatura acima de 37,5 graus, sendo orientada a procurar a unidade de saúde mais próxima.

 

3) Durante o espetáculo

 

Venda de alimentos e bebidas

-          O cliente poderá acessar o cardápio através do QR Code que encontrará  disponível na mesa .

-          Os pedidos e pagamentos poderão ser feitos direto pelo QR Code ou com o garçom que estará devidamente paramentado e o pagamento poderá ser feito por meio de cartão de crédito ou débito.

-          A entrega dos pedidos será feita pela nossa equipe de garçons direto nas mesas, seguindo todas as medidas de proteção para maior segurança dos clientes.

 

Movimentação pela casa

-          Solicitaremos que o cliente utilize a máscara de proteção sempre que precisar sair da mesa.

 

MEIA-ENTRADA.

De acordo com a Lei Federal 12.933 e o Decreto 8.537 tem direito a meia entrada estudantes portadores da carteira de identificação estudantil (CIE) expedidas nos termos da lei, pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante quando necessário, sendo que terá direito a este beneficio no evento desde que comprove estar nesta condição, jovens de 15 a 29 anos cadastrados no CadÚnico e cuja renda familiar mensal seja de até 2 salários mínimos, a cota reservada de ingressos será de 40% do total de ingressos disponíveis para a venda em cada setor, além de professores da rede estadual e municipal portadores da carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação, Idosos com idade igual ou superior a 60 anos.

 

Links das leis.

Lei: 8537 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8537.htm

Lei: 12933 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12933.htm

 

ATENÇÃO:

No dia do evento haverá conferência de documento comprobatório de direito a meia-entrada, sem o documento o portador do ingresso de meia-entrada terá de pagar a diferença do valor de inteira do lote vigente.

 

OBJETOS PROIBIDOS:

Câmera fotográfica profissional ou semi profissional (câmeras grandes com zoom externo ou que trocam de lente), filmadoras de vídeo, gravadores de audio, canetas laser, qualquer tipo de tripé, pau de selfie, camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares.

 

Desconto de 30% para clientes TudoAzul

Desconto de 30% no valor do ingresso para clientes TudoAzul participantes de todas as categorias do programa (TudoAzul, TudoAzul Topázio, TudoAzul Safira e TudoAzul Diamante - confira o regulamento no site (https://tudoazul.voeazul.com.br/web/azul/home)

Promoção válida somente para a compra de 01 (um) ingresso adquirido na bilheteria do Espaço das Américas.

Apresentação obrigatória do cartão Tudo Azul físico, impresso ou digital (Categorias: TudoAzul. TudoAzul Topázio, TudoAzul Safira e TudoAzul Diamante) com a apresentação de um documento válido. Desconto não cumulativo com outras promoções e benefícios.

Para compras realizadas por terceiros, a apresentação do documento original de identificação é obrigatória onde deve constar o Nome e CPF juntamente com o cartão TudoAzul, obedecendo as regras do processo de venda na Bilheteria.

O endereço da bilheteria do Espaço das Américas é Rua Tagipuru, 795 - Barra Funda - São Paulo - SP (funcionamento de segunda à sábado, das 10h00 às 19h00).

 

BILHETERIA ESPAÇO DAS AMÉRICAS
Taxa de Serviço: Sem taxa

Rua Tagipuru, 795 - 01156-000, Barra Funda - Zona Oeste - São Paulo - SP

Horário de Funcionamento:
(a partir do dia 14/06/2021)

Segunda à Sexta das 11h às 17h.
Exceto feriados.

Formas de Pagamento:

Carregando conteúdo...

Publicidade