Baile do Nego Véio

Baile do Nego Véio

  Sexta, 29 de Abril de 2022 - Abertura: 20:30

CTN - Centro de Tradições Nordestinas
Rua Jacofer, 615 - Bairro do Limão - São Paulo - SP

Classificação: 16 Anos - De 12 a 15 anos somente com RG e acompanhado pelos pais.

Organizador: CTN - Centro de Tradições Nordestinas (CNPJ: 67.007.252/0001-13)

Alexandre Pires


Em 2003, ao ser recebido na Casa Branca pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, Alexandre Pires posou para fotos com o poderoso estadista, para o qual tocou violão e cantou Garota de Ipanema em português e em inglês. O histórico encontro com Bush confirmou o meteórico sucesso mundial feito por este mineiro de Uberlândia, que tinha lançado seu primeiro disco em 1993, há apenas dez anos.

Nascido em 8 de janeiro de 1976, numa família de extrema musicalidade, Alexandre Pires deu seus primeiros passos na carreira musical em 1989, quando decidiu fundar o grupo de pagode Só Pra Contrariar com amigos de Uberlândia e alguns familiares como o irmão Fernando Pires, que viria a ocupar o posto de baterista do grupo (e mais tarde de vocalista, quando o irmão partiu em carreira solo).

A escalada do Só pra Contrariar nas paradas foi vertiginosa. Das concorridas apresentações em cidades mineiras e de Estados vizinhos para o sucesso nacional, decorreram apenas quatro anos. Em 1993, contratado pela gravadora BMG, o grupo lançou seu primeiro disco, SPC - Só pra Contrariar, com Alexandre Pires nos vocais. As faixas "Que se Chama Amor" e "A Barata" logo caíram no gosto popular, projetando o cantor nas rádios e em programas de televisão.

Em 1994, o segundo disco, Só Pra Contrariar, consolidou o sucesso do grupo e o de Alexandre em particular, que logo virou ídolo pelo carisma que exibia no palco e nas apresentações televisivas. A faixa 'Essa Tal Liberdade' virou hit e mostrou que o pagode pop do grupo não era modismo passageiro.

Seguiram-se mais dois discos - O Samba Não Tem Fronteiras (1995) e Só Pra Contrariar Futebol Clube (disco ao vivo de 1996 que trouxe a inédita "Tributo aos Mamonas") - até que, em 1997, Alexandre Pires e seu grupo bateram recorde histórico na indústria fonográfica brasileira. Lançado no início de 1997, o quinto disco do grupo, Só pra Contrariar, vendeu nada menos do que três milhões de cópias no embalo de megahits como "Depois do Prazer" e "Mineirinho". Tamanho sucesso extrapolou as fronteiras do Brasil e começou a dar projeção internacional a Alexandre e ao seu grupo, especialmente no mercado latino formado por países de língua espanhola.

O grande sucesso também rendeu o primeiro disco internacional de Alexandre, "Quando Acaba el Placer". Esta coletânea de hits do Só pra Contrariar, regravados em castelhano, foi a semente de uma carreira brilhante desenvolvida pelo cantor no mercado latino, com vendagens expressivas. Seu sucesso e carisma pessoal foram tamanhos que ele se viu obrigado a deixar o grupo Só pra Contrariar - depois de mais três discos: Só Pra Contrariar (álbum de 1999 que destacou a faixa 'Sai da Minha Aba'), Bom Astral (2000) e SPC Acústico (projeto ao vivo de 2002 que trouxe participações de astros como Caetano Veloso e Gilberto Gil) - para partir em carreira solo pelo mercado internacional.

Como prioridade da BMG Latina, Alexandre Pires lançou seu primeiro disco solo em espanhol ainda em 2001, Es por Amor, intitulado É Por Amor na edição brasileira. Na edição original em castelhano, o álbum foi divulgado em mais de 25 países de língua espanhola, inclusive na comunidade latina residente nos Estados Unidos. O carro-chefe do disco foi a balada "Usted se me Llevó la Vida".

O sucesso internacional rendeu a Alexandre Pires gravações com ídolos estrangeiros como Gloria Estefan e Rod Stewart. Em 2003, o cantor lançou seu segundo disco internacional, Estrella Guia, que destacou a faixa "Amame". O êxito do álbum mostrou que o sucesso já não tem fronteiras para o mineirinho carismástico e talentoso chamado Alexandre Pires.

 

 

Informações sobre CAMAROTE pelo CTN, telefone: (011) 3488-9400

 

CENTRO DE TRADIÇÕES NORDESTINAS

O Centro de Tradições Nordestinas (CTN) é a principal referência em centro de cultura, entretenimento e gastronomia nordestina na cidade de São Paulo.

Fundado em maio de 1991, tem uma área de vinte e sete mil metros quadrados, estacionamento para quatrocentos carros e fácil acesso pela Marginal Tietê. Os frequentadores do CTN têm a sua disposição dez restaurantes e nove quiosques que servem comida típica nordestina, o espaço cenográfico Vila do forró, a feira de artesanato e a Igreja Imaculada Conceição, um parque de diversões e uma arena multieventos.

Atualmente faz parte do roteiro turístico e de lazer dos paulistanos e, principalmente, o recanto para os nordestinos desfrutarem de seus hábitos e costumes.

Pelo palco do Centro de Tradições Nordestinas já passaram grandes nomes da música brasileira, como Elba Ramalho, Leonardo, Zezé di Camargo e Luciano, Aviões do Forró, Calypso, Jorge e Mateus, Wesley Safadão, entre outros.

Outra grande preocupação do CTN é a questão social. Em 2003, recebeu do Ministério da Justiça o reconhecimento de Organização de Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), pelos trabalhos sociais que o CTN desenvolve e mantem.

Informações Complementares:

CTN - Centro de Tradições Nordestinas possui estacionamento.

Mais informações: www.ctn.org.br

 

 

MEIA-ENTRADA.

De acordo com a Lei Federal 12.933 e o Decreto 8.537 tem direito a meia entrada estudantes portadores da carteira de identificação estudantil (CIE) expedidas nos termos da lei, pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante quando necessário, sendo que terá direito a este beneficio no evento desde que comprove estar nesta condição, jovens de 15 a 29 anos cadastrados no CadÚnico e cuja renda familiar mensal seja de até 2 salários mínimos, a cota reservada de ingressos será de 40% do total de ingressos disponíveis para a venda em cada setor, além de professores da rede estadual e municipal portadores da carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação, Idosos com idade igual ou superior a 60 anos.

 

Links das leis.

Lei: 8537 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8537.htm

Lei: 12933 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12933.htm

 

ATENÇÃO:

No dia do evento haverá conferência de documento comprobatório de direito a meia-entrada, sem o documento o portador do ingresso de meia-entrada terá de pagar a diferença do valor de inteira do lote vigente.

 

 

BILHETERIA (CTN)
Taxa de Serviço: Sem taxa

Rua Jacofer, 615 - 02712-070, Bairro do Limão - São Paulo - SP

Formas de Pagamento:

Carregando conteúdo...

Publicidade